terça-feira, abril 29, 2008

Bébé...

... penso que este é o primeiro post que te escrevo desde que nasceste. Parece incrivel, não achas? Escrevi tanta coisa para a tua irmã e para ti durante a gravidez. E depois, nasceste e eu parei de escrever. Sabes, isto acontece-me com frequência, o ter tanto para dizer e não saber como. Mas hoje, enchi-me de coragem, e aqui estou sentada em frente ao monitor e com os dedos a passarem velozmente pelo teclado, digitando estas palavras que serão só para ti.
Foste um bébé muito desejado, e nunca duvides disso. Admito que tive muito medo no início, que não vivi a gravidez como deveria tê-la vivido, intensamente. Decidi viver aqueles nove meses com calma, vivendo um dia de cada vez, sem pensar muito no futuro. Tudo porque a inocência me foi roubada de forma cruel, no dia em que perdi a tua irmã. Mas tudo o que contive dentro de mim durante esses meses, não consegui mais reter quando nasceste. Leonor, podes não acreditar, mas garanto-te que nunca irei esquecer o momento em que te puseram a meu lado depois de nasceres. Fecho os olhos e sou capaz de ver ali, o teu rosto junto ao meu, e eu a murmurar-te um mais que feliz "Bem-vinda, Leonor...". Eras tão pequenina, minha linda, tão pequenina... Mas para mim eras (e és) maior que o mundo, maior que universo. Talvez um dia eu te consiga explicar a emoção que foi teres entrado nas nossas vidas. Depois de toda a tempestade que antecedeu a tua chegada, tu foste o mais belo raio de Sol. Por ti, por causa de ti, eu acredito em milagres.
Voltarei a escrever-te mais vezes, minha docinha... porque tenho tanta coisa para te dizer e porque te amo.
Até já, meu anjo.

segunda-feira, abril 21, 2008

A menina dança?




video

Ela é...


... MESMO menina... Gosta de fazer tótos, de cantar e dançar. Se lhe perguntam "onde está a menina bonita" aponta logo para ela. E se apanha a escova ou o pente, começa a logo a pentear-se. Não posso mostrar-lhe os meus cremes, que me mostra logo a mão dela e diz "Pô qui, mãe. Pô qui!". É... parece-me que tenho uma "girly girl" e já começo a ver o meu futuro cheio, cheínho de tons cor-de-rosa, bonecas, lacinhos, baton e rimel...

MÃE! MÃE! MÃE!!!!!!!


Ela já diz MÃE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!